Bem Vindos!!!!!

Bem vindos queridos amigos e leitores! não reparem muito pois o Blog é novo e agora que me adentrei neste mundo tão virtual quanto a nossa propria realidade.
Criei este Blog amador com finalidade e objetivo de discutir principalmente o Jornalismo nosso de cada dia, todos os percausos e maravilhas desta profissão tão apaixonante.
Mas não se impressionem se forem abordados temas que fogem um pouco o tema Jornalismo.
No mais sejam bem vindos e lembrem-se:

"Se você é capaz de sonhar, é capaz de fazer."

Uma ótima leitura!
Até mais!

Josimar Melo


quinta-feira, 2 de junho de 2011

IV Fórum de Jornalismo Sou Jornalista e Agora?


Realizado no Dia da Imprensa, 1 de junho, o IV Fórum de Jornalismo da Faculdade São Luis, levantou importantes debates sobre a responsabilidade do profissional de comunicação e os percalços diários na divulgação dos direitos humanos para a sociedade.

A palestra de abertura com a temática “A responsabilidade da mídia para a efetivação dos Direitos Humanos” foi mediada pela antropóloga Dra. Rose Panet e teve como debatedores o Promotor de Justiça Dr. Márcio Thadeu, a Deputada Estadual Eliziane Gama e o Jornalista da Agência Matraca Marcelo Amorim.

O promotor Márcio Thadeu iniciou a palestra afirmando que o direito a informação é um direito a dignidade humana, assim como a mobilidade urbana, direto a saúde e a educação. O promotor ressaltou o papel do jornalista na construção dos direitos humanos e na contribuindo para democracia através da liberdade de expressão. No entendimento do jurista a decisão do STF em não validar o diploma de Jornalismo para exercício da profissão ocorreu de forma equivocada, pois colocou em confronto a Liberdade de Expressão x Formação do profissional de jornalismo. O titular da 1ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de São Luís finalizou sua apresentação exaltando o papel dos jornalistas na sociedade “O direito a informação é um interesse do cidadão, e a responsabilidade dos conteúdos contra guerras, praticas criminosas e discriminação é do jornalista. O maior patrimônio do jornalista é a credibilidade no valor da informação.” Declara.


A Deputada Estadual Eliziane Gama destacou os desafios da luta cotidiana dos jornalistas em reproduzir de forma imparcial os interesses humanitários da sociedade em que estão inseridos. Na ocasião a Deputada citou uma pesquisa que relatava que 80% dos textos jornalísticos do Brasil não descreviam os direitos humanos e que somente 0,5% faziam a relação dos direitos humanos ao desenvolvimento social. Eliziane Gama aconselhou os estudantes de comunicação a imprimir em seus modelos diários de vida a driblar a força do capitalismo que ataca a sociedade exaltando que não existe desenvolvimento sem sustentabilidade. “Os grandes veículos de comunicação não reproduzem as mazelas da dignidade humana, e os meios de comunicação de massa tem um papel preponderante e vital na formação de pessoas conscientes” finaliza a Deputada.

Já o Jornalista da Agência Matraca, Marcelo Amorim, discutiu a bagagem cultural dos futuros jornalistas, explicou que as técnicas são aprendidas nas universidades, mas a dimensão ética se traz de casa. O profissional dedicado ao 3º ao Terceiro Setor sugeriu as universidades a inclusão de cadeiras de Estatísticas nas estruturas curriculares dos cursos de Jornalismo “Isso ajudaria os profissionais do Jornalismo a enxergar e interpretar além dos números. O jornalista deve traduzir estes números em textos principalmente em casos de exploração e violência contra crianças a adolescentes” o comunicador finalizou sua apresentação elogiando a Faculdade São Luis por abrir mais este espaço de discussão com jovens profissionais que estão adentrando em um mercado de trabalho tão importante a sociedade “Democracia prescinde do respeito ao outro, sem comunicação livre não há democracia” destaca Marcelo Amorim encerrando o primeiro dia do IV Fórum de Jornalismo.